Covid-19: orientações para higienização de estruturas fixas

HomeGrupo CDCCovid-19: orientações para higienização de estruturas fixas
Post Image

A pandemia de covid-19 exige atenção redobrada com a higienização de estações base, repetidoras, gateways, equipamentos de despacho e outras estruturas fixas dos sistemas de comunicação via rádio.

Segundo especialistas e autoridades de saúde, a limpeza para remover germes, poeira e impurezas reduz o risco de contaminação. Além disso, o uso de álcool isopropílico para desinfecção também é recomendado como medida protetiva.

As orientações que mostraremos aqui são referentes aos sistemas da Motorola Solutions. Mas é preciso alertar que eles podem conter hardwares de diferentes fornecedores. Diante disso, recomendamos que os procedimentos específicos também sejam consultadas com os fabricantes.

Também lembramos que estações base, repetidoras, gateways, despacho e outras estruturas são conectadas a voltagens ou fontes perigosas. Antes de mais nada, desconecte tudo da rede de energia para efetuar a limpeza. 

Da mesma forma é importante observar que alguns componentes podem estar aquecidos. Logo, espere até que eles esfriem para realizar o procedimento. Somente o pessoal de serviço treinado deve limpar e desinfetar os produtos de infraestrutura.

A limpeza dos equipamento deve ser feita com cuidado. Nem todos os equipamentos são hermeticamente fechados. Por isso, é necessário se certificar de que não fique nenhum líquido ou pó entre nas grelhas dos ventiladores, aberturas, alto-falantes, conectores ou outras aberturas. 

Isso porque a entrada de líquido no gabinete pode danificar o equipamento. Já a poeira, sujeira e outros resíduos podem conter materiais condutores que ocasionem falhas. Se possível, use apenas água destilada ou deionizada para limpar o equipamento.

Covid-19: limpeza

Aplique uma solução de detergente em água a 0,5% em um pano levemente úmido. Logo depois, passe nas superfícies externas do equipamento, alças, botões e controles para limpar a poeira, sujeira e resíduos da superfície.

Torça o excesso de solução antes de limpar para impedir a entrada de líquido no interior da carcaça do equipamento eletrônico. Remova qualquer solução, detergente ou resíduo restante com um segundo pano levemente umedecido com água destilada ou deionizada.

Use um pano ou tecido descartável macio e absorvente para secar o dispositivo. Retire toda a solução próxima das aberturas, conectores, rachaduras ou fendas. Dessa forma, o equipamento deve estar completamente seco antes de ser colocado novamente em operação.

Covid-19: desinfecção

Os equipamentos podem ser desinfetados com álcool isopropílico de venda livre (álcool de fricção), com uma concentração de álcool de pelo menos 70%.  Por outro lado, convém ressaltar que o produto não deve ser aplicado diretamente, mas sim com a ajuda de um pano.

Do mesmo modo, não use alvejante, solventes nem sprays de limpeza para desinfetar os dispositivos. Afinal, os efeitos de certos produtos químicos e seus vapores podem prejudicar os plásticos e placas de metal.

Grupo CDC Telecom

O Grupo CDC Telecom também está à disposição dos clientes para prestar orientações sobre limpeza e desinfecção dos equipamentos.  

Por conta das restrições provocadas pela pandemia de coronavírus, o Grupo CDC Telecom está atuando em plantão home office. Os telefones para acionar o setor técnico e de suporte são o (11) 96963-0061 (Adriano) e (11) 95779-5804 (Renan). 

O Grupo CDC Telecom é revendedor premium Motorola e distribuidor exclusivo do software SmartPTT no Brasil. Atua há mais de 20 anos no mercado ofertando soluções em transmissão de dados e voz.

Assuntos relacionados:
Coronavírus exige atenção com higienização dos rádios